terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Vem aí...



Aquecendo as turbinas para 2009.
O sentido e o lugar da interpretação na clínica freudiana.

Maria Vilela Pinto Nakasu é psicóloga formada pela PUC/SP em 1998. Mestre e doutora em Filosofia pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). No mestrado, examinou os textos clínicos e técnicos de Freud na dissertação intitulada O sentido e o lugar da interpretação na clínica freudiana. Foi bolsista FAPESP no mestrado e no doutorado. Realizou um estágio de doutorado na École Pratiques des Hautes Études em Paris, França, sob a orientação de Elizabeth Roudinesco.

Em 2008, doutorou-se com o trabalho denominado O papel das teses freudianas sobre

a cultura na elaboração das concepções metapsicológicas. É psicanalista e acompanhante terapêutica. Há alguns anos participa de projetos sociais junto a entidades do 3º setor.


Um comentário:

Gicelle Archanjo disse...

Gobatto, olha o link da minha amiga:
http://licidavidal.blogspot.com/

Vê o que vc acha!!!
O meu traço é muito duro e seco, entrei lá na front, acho que não combina, rs eu não sou boa o bastante! Mas com certeza a Lícida é!